<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=488926721270482&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Onde morar
13 de maio de 2019.

Com a família crescendo, eles escolheram o SkyPark Tuiutí

Ricardo e Mariana estão em uma ótima fase da vida. Casados há 8 anos, já possuem um imóvel próprio e realizaram o sonho de ter a primeira filha, Luana, que hoje tem 3 anos e 9 meses. A realização deles também se estende à vida profissional: ambos estão em um ótimo momento na carreira. Ricardo é um empreendedor com sua própria empresa de serviços e Mariana é coordenadora de RH em uma empresa de consultoria. Diante desta harmonia que ocorre tanto na vida pessoal quanto na pessoal, a ideia do casal é aumentar a família e planejar a vinda de mais um herdeiro.

Por estarem vivendo um novo momento na vida, algo muito diferente da realidade da época do nascimento da Luana e da compra do primeiro imóvel, agora eles poderiam focar na qualidade de vida, e um imóvel melhor era grande parte desta busca. Espaço, boa infraestrutura, melhor localização, entre outras coisas, são pontos que, hoje, pesam muito mais nas suas decisões.

Uma das primeiras considerações que eles fizeram foi a falta de espaço no apartamento atual para um segundo filho. O casal concluiu, definitivamente, que, com o novo herdeiro, seria imprescindível um imóvel maior.

E não era apenas por conta do novo filho, com Luana crescendo, ela precisa de mais áreas para brincar e gastar a energia sem sair do condomínio. Além disso, o imóvel em que vivem possui apenas dois quartos e a chegada de um bebê exigirá mais um. Foi nesse momento que os dois resolveram começar a planejar a compra de um novo apartamento, maior e com mais conforto.

Antes de escolher, planejar!

O primeiro passo, antes mesmo de procurarem a Setin para conhecer os apartamentos, foi analisar o orçamento. Quanto eles poderiam investir no novo imóvel?

Mariana estava preocupada com isso. Afinal, eles haviam acabado de quitar o imóvel atual e não possuíam um valor muito alto guardado para dar entrada do próximo.

Depois de muitos cálculos, Ricardo, que sonhava com um apartamento de quatro quartos, precisou recuar. Depois da análise feita, ele notou que um imóvel tão grande prejudicaria a saúde financeira da família e isso não poderia acontecer. Ainda mais agora, que estavam planejando aumentar a família.

Do outro lado, Mariana queria economizar ao máximo e comprar um apartamento um pouco maior, mas que não comprometesse a segurança financeira do casal. Mesmo com um emprego estável e com a empresa de Ricardo indo bem, ela não queria extrapolar o orçamento.

Os dois acabaram entrando em acordo: um imóvel com três quartos e no mínimo duas vagas na garagem, já que os dois possuíam carro. Como não queriam ir para longe de onde já moravam, as buscas ficaram concentradas nas opções do Tatuapé mesmo, onde a infraestrutura do bairro facilita a rotina diária e o deslocamento entre escola, trabalho e casa.

Eles não queriam abrir mão de facilidades como:

  • Agilidade para os dois chegarem ao trabalho;
  • Existência de padaria, farmácias, supermercados
  • Facilidade de levar Luana para a escolinha;
  • Se havia um hospital no bairro, para atender qualquer emergência;
  • Quais as opções de diversão. Se há teatros, cinemas e parques;
  • Existência de estação de metrô perto, para facilitar o deslocamento tanto deles, quanto das mães deles, que sempre vão visitá-los.

O imóvel certo

Depois de saberem exatamente o que queriam, Mariana e Ricardo perceberam que a compra por um imóvel usado demandaria um desembolso imediato maior. Afinal, o valor da entrada, cerca de 30% do total, exigiria que eles tivessem que contar com o dinheiro da venda do apartamento atual.

Como eles não estavam com extrema urgência para a mudança, um apartamento na planta se mostrou o mais recomendado. Exigiria um aporte imediato menor e uma maior flexibilidade para o pagamento da entrada, até a entrega do imóvel. Ricardo até lembrou-se de que o apartamento atual foi comprado novo mas já estava pronto, então eles tiveram que se apertar um pouco mais para pagar a entrada.

Empolgados com a nova etapa, os dois levantaram algumas opções de empreendimentos em fase de lançamento no Tatuapé e chegaram até a Setin, que havia acabado de abrir o stand do SkyPark Tuiuti

Mariana adorou o fato de ser perto do trabalho e do Parque do Piqueri, um dos mais bonitos da cidade. Além disso, conta com a facilidade de transporte público, já que trata-se um bairro atendido pelo Metrô. A Estação Tatuapé, da linha vermelha, é integrada ao Shopping Metrô Tatuapé e ao Shopping Metrô Boulevard Tatuapé.

Os dois foram visitar o apartamento decorado e avaliar bem o que o condomínio oferecia. Será que Luana e o futuro bebê teriam o local adequado para brincar? O acabamento era bom? Já era preparado para a instalação de ar-condicionado? Eram muitas dúvidas!

Chegando no empreendimento da Setin, o casal encontrou:

  • Piscina com raia olímpica de 50m
  • Salão de festas adulto e infantil
  • Salão de jogos
  • Playground
  • Quadra de beach tennis
  • Quadra recreativa
  • Brinquedoteca
  • Fitness
  • Depósito privativo
  • Posto de segurança 24 horas
  • Portaria blindada
  • Entrada de pedestres com transfer
  • Vaga de visitante
  • *Serviços pay-per-use
  • Bicicletário
  • Terraço com churrasqueira
  • Churrasqueira com forno de pizza
  • Praças temáticas
  • Entrada de pedestres com transfer
  • Hall social
  • Deck molhado
  • Solarium
  • Spa
  • Espaço gourmet
  • Wi-fi nas áreas comuns
  • Tomadas usb nas suítes
  • Conforto acústico
  • Previsão para ar-condicionado
  • Terraço técnico para ar-condicionado

Tudo isso em um condomínio que tinha disponível apartamentos com três quartos e duas garagens, assim como o casal planejava! Os dois deixaram o local felizes e no dia seguinte fecharam o negócio.

Nova call to action