<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=488926721270482&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Onde morar
10 de Novembro de 2018.

O que fazer na Vila Madalena: conheça o lado soft do bairro

Conhecida pelo seu lado boêmio e badalado, especialmente por ser uma das áreas com mais opções de barzinhos por metro quadrado, a Vila Madalena também tem um lado que talvez você não conheça: soft, leve e cultural.

Durante o dia, galerias de arte, padarias e feirinhas. Durante a noite os melhores bares de São Paulo e muito agito. Tudo isso com fácil acesso de carro, bike ou transporte público. A Vila Madá agrada todos os públicos, de A a Z, e esse perfeito equilíbrio entre estilos é o que torna a região tão cobiçada por aqueles que querem viver num lugar tão rico em experiências em São Paulo.

Veja também: Os melhores bairros em SP para quem não abre mão do transporte público

Para saber mais sobre o que fazer na Vila Madalena, aproveitando esse lado tranquilo e diurno de um dos bairros mais bem frequentados da Zona Oeste, continue lendo este artigo.

1. Para começar o dia: um café na padaria

Quem é paulistano de verdade sabe o quanto é importante contar com boas padarias para começar bem o dia ou para tomar um expresso no meio da tarde. Por isso, aqui vai uma notícia: de opções de padaria a Vila Madalena está cheia. Das pequenas e familiares até as grandes e pomposas. Selecionamos algumas:

Le Pain Quotidien

Que tal um café da manhã franco-brasileiro com croissant de doce de leite e waffles no cardápio? A padaria Le Pain Quotidien oferece opções sofisticadas tanto para o café da manhã como para um brunch. São salgados e doces folhados, bolos e uma grande variedade de pães. Rua Wisard, 138.

A Padeira

O lugar perfeito para aqueles que não abrem mão de comer pães fresquinhos, brioches e o clássico croissant francês. A Padeira é uma opção de quem tem o paladar mais clássico. O horário de atendimento é reduzido devido a produção artesanal limitada, mas quem espera para garantir o seu pãozinho não se arrepende: é de derreter o coração. Rua Isabel de Castela, 426.

Villa Grano

Já a Villa Grano é uma daquelas padarias, que são restaurantes e também conveniência. Tudo ao mesmo tempo.

Lá você encontra pães de fermentação natural, pães tradicionais, doces e pratos deliciosos no almoço e no jantar diariamente. A unidade da Vila Madalena é a única que funciona 24h, afinal, a fome não tem hora para chegar, não é? Rua Wisard, 500.

Nova call to action

2. Para turistar: roteiro artístico-cultural

Além das deliciosas padarias, a Vila Madalena tem muito mais a oferecer ao público soft. Os espaços culturais, as galerias de arte e ateliês derramam cores e personalidade às ruas do bairro. Aqui você confere o que fazer na vila madalena quando o assunto são os alguns dos roteiros mais famosos.

Instituto Tomie Ohtake

Aberto ao público em 2001, é imperdível por dentro e por fora. Sua arquitetura futurista chama a atenção na paisagem da região. O Centro Cultural contempla salas de exposições, o Teatro Cetip, livraria e também uma unidade do restaurante Santinho, da chef Morena Leite.

Sempre com importantes mostras de artes plásticas, arquitetura e design, o espeço explora novas tendências da arte do Brasil e do mundo e também importantes trabalhos contemporâneos a Tomie Ohtake. É uma parada obrigatória do circuito cultural paulistano.

Rua Fradique Coutinho

Famosa por concentrar importantes galerias de arte em seus 200 metros de extensão, é em seu quarteirão que estão a Fortes D’Aloia & Gabriel (antiga Galeria Fortes Vilaça) e a Millan. 

Na Fortes D’Aloia estão reunidas obras de artistas jovens do mundo todo, com artes marcantes e ambiciosas, dos mais diversos estilos. A Galeria Millan também traz obras incríveis de artistas singulares, com personalidades e perspectivas diferentes. Reserve uma tarde para visitar as duas galerias e apaixone-se.

3. Pausa para o almoço: restaurantes incríveis

Na hora da fome, quem vive na Vila Madalena ou no seu entorno está sempre bem servido. Isso porque a região conta com restaurantes dos mais diversos estilos, e que atendem mesmo o público mais exigente. Que tal conhecer alguns deles?

Pé de Manga Bar e Gastronomia

Restaurante a céu aberto e um menu de pratos executivos diariamente: esse é o Pé de Manga, um dos lugares mais frequentados da Vila Madá. Além da comida caprichada, os drinks servidos na casa fazem muito sucesso. O clássico Moscow Mule é um dos mais pedidos. Rua Arapiraca, 152.

L'aperô

Quem prefere uma atmosfera intimista, decoração elaborada e pratos mais sofisticados pode optar pelo famoso L’aperô. O ambiente aconchegante e de luz baixa lembra os clássicos bistrôs franceses. No cardápio, o destaque vai para os risotos de beterraba e de abóbora com aspargos. Rua Mourato Coelho, 1343.

Vito

Mais uma opção para quem gosta de cozinha refinada. Dentre as opções de pratos disponíveis no cardápio do Vito estão: Burrata, Fettuccine com Ragu bolonhesa e Polvo. Todos muito elogiados por aqueles que frequentam o local. Vale a pena a visita. Rua Isabel de Castela, 529

O que faz da Vila Madalena tão amada?

Com tantas boas opções e variedades de serviços, a Vila Madalena só podia ser tão querida. Além dos restaurantes, padarias e galerias de arte, é nessa região que está localizado também o Museu da Pessoa, fundado em 1991. 

Também é impossível não mencionar a Feira Livre que acontece todo sábado a partir das 6h30 da manhã na Rua Mourato Coelho. A variedade de barraquinhas de frutas frescas e legumes é enorme. Além de, é claro, ser o lugar perfeito para começar o dia com pastel de feira, frito na hora. 

Se você não conhecia esse lado da Vila Madalena, deve ter se encantado. Aliás, bem-vindo ao clube, pois de fãs a Vila Madá é cheia.

Quer morar em um bairro apaixonante como esse? Conheça o Residencial Ser na Vila Madalena e se encante mais um pouco.

Nova call to action